10.22.2010

Ao pó.

Caminhando pela vasta vida

Percebo que nada me anima.

Aos poucos caio na realidade.

Existirá amor de verdade?

Transformo solidão em produção

Problemas em solução

E aproveito dias quentes de verão.

Toda essa bobagem nunca entenderei

I long for this, um dia, ao pó voltarei.

10.06.2010

Não é muito de meu feitil postar poemas ou textos do gênero, mas aí vai uma tentativa.


Boa viagem.



A chuva cai torrencialmente

O som dos passos pesados ecoa por minha mente

As criaturas não sorriem como antigamente

Os deuses não se agradam mais tão facilmente

Tudo que no passado era interessante

Hoje não passa de poeira na estante

Os heróis, nos dias de hoje, são mitos

Os terroristas vivem de nossos gritos

Antigamente o ser humano era cruel por ignorância, hoje é mal por pura ganância.